"Sequestro"

"Sequestro"

Um documentário nacional que nos permite lembrar de uma das “partes” da relação conhecida como “par penal”: a vítima.

Percebemos uma preocupação constante da doutrina criminalista nacional com a figura do réu, o que não é reprovável. Afinal, este também tem sido vítima de diversas injustiças sociais (em boa parte dos casos, não todos). Mas a preocupação com um não pode ofuscar a relevância do outro lado.

A antiga regra do “mais ódio contra o criminoso do que piedade para com a vítima” (responsável pela fase de esquecimento da vítima) tem sido substituída por uma espécie de “mais cuidado com o réu do que consideração quanto ao sofrimento da vítima”. Essa a nossa impressão dos dias atuais quanto à doutrina brasileira, não obstante as importantes alterações ocorridas em âmbito legislativo, protetoras da situação do ofendido em suas diversas fases de vitimização.

Além disso, neste documentário “Sequestro”, podemos ver a importante ação da Polícia Civil de São Paulo, a capacidade e conhecimento de seus membros e a sua relevância para aqueles que sofreram ou sofrem (crimes permanentes, como o cárcere privado) uma ação violenta.

Abaixo, a sinopse do (forte e realista) filme:

“Durante quatro anos, o filme acompanhou os trabalhos da Divisão Anti Sequestro da Polícia Civil de São Paulo. Neste período, cerca de 400 pessoas foram sequestradas no estado de São Paulo e mais de 1.500 em todo o Brasil. O filme mostra situações reais como a negociação entre família e sequestradores, o resgate de uma criança de seis anos, um sequestro comandado de dentro da cadeia e depoimentos de vítimas resgatadas”.

ASSISTA AO TRAILER: https://www.youtube.com/watch?v=DE9ZJg9oOaE

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!